sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

ATITUDES




– Evite a “visão de túnel”. Todos vivemos isso alguma vez. São os momentos em que focamos em um pequeno detalhe, perdendo a capacidade de ver o que acontece ao nosso redor.

Pode ser que você tenha dias em que pense que nada tem solução, que as coisas “são como são” e que não há outro remédio, mas isso não é verdade.

– Desative esses pensamentos. Também não é preciso viver com um “otimismo cego” que nos crie falsas esperanças. Pegue ar e se deixe levar, não espere nada, mas mantenha a mente aberta olhando tudo o que a envolve, deixe-se levar com esperança e tranquilidade.

– Deixe de lado o que sente e pense no que precisa. Há momentos em que os sentimentos nos cegam ou nos retêm. Há momentos em que o amor, por exemplo, nos causa infelicidade. Será que é disso mesmo que você precisa?

Em vez de sentir, pergunte a si mesmo do que você precisa. Precisa de liberdade? Precisa ser você mesma? Permita-se então ser feliz de novo. No final, tudo chega.

Nossa atitude diante da vida deve sempre ser aberta, tranquila e segura. Quando souber quais são suas prioridades no dia a dia, as coisas irão acontecendo como devem ser. No seu ritmo.

Texto original em espanhol de Valeria Sabater.